13 livros recomendados por Emma Watson

Adoro uma lista, e quando vi essa com 13 indicações de livros feita por Emma Watson, não resisti e trouxe para o blog. A lista é antiga, mas está valendo!

– A culpa é das estrelas, John Green
– O BGA: O Bom Gigante Amigo, Roald Dahl
– O Pequeno Príncipe
– A nascente, Ayn Rand
– Os Resíduos do Dia, Kazuo Ishiguro
– Jogo da velha, Malorie Blackman
– Pequenas delicadezas: conselhos sobre o amor e a vida, Cheryl Strayed
– Cartas de amor aos mortos, Ava Dellaira
– O Poder dos Quietos: como os tímidos e introvertidos podem mudar um mundo que não para de falar, Susan Cain
– Só Garotos, Patti Smith
– A Sombra do Vento por Carlos Ruiz Zafón
– Mom & Me & Mom por Maya Angelou
– The Opposite of Loneliness: Essays and Stories, Marina Keegan

Já li 4 livros dessa lista, tenho 2 na minha lista de futuras leituras e fiquei com vontade de ler outros, enfim não posso mesmo ver uma lista de livros.

Que a força da leitura esteja com você!

Desafio Corujesco 2018

Depois de alguns anos sem participar de nenhum desafio literário, eis que me animei a tentar novamente ao ler sobre o Desafio Corujesco 2018, capitaneado pela Lu, do Coruja em Teto de Zinco Quente e pela Tatá, do Randomicidades. Gostei muito dos temas e já monte minha lista de leituras.

* Fevereiro
Tema: Uma aventura no mar
A maior parte do planeta está debaixo d’água. Para além disso, o mar sempre exerceu um enorme fascínio no ser humano; um lugar de mistérios, uma estrada que nos liga a lugares longínquos; uma paixão, um horror, uma aventura: o mar pode ganhar muitos significados a depender do personagem e do leitor.
Livro escolhido: S. O Navio de Teseu, Doug Dorst & J. J. Abrams

* Março
Tema: Um livro, uma estação
Um livro com uma estação do ano no título e/ou no enredo.
Livro escolhido: Aconteceu naquele verão, Stephanie Perkins (org)

* Abril
Tema: Uma história oriental
Fica a critério do leitor o que quer entender como oriente: uma localização geográfica, cultural ou econômica, fato é que devemos de vez em quando fugir ao eixo Europa-EUA de nossas leituras.
Livro escolhido: O Incolor Tsukuru Tazaki e Seus Anos de Peregrinação, Haruki Murakami

* Maio
Tema: Uma história sobre livros
Tema bastante autoexplicativo. Quer coisa melhor que um livro que fale sobre livros?
Livro escolhido: A leitora, Mar de Tinta e Ouro # 1, Traci Chee

* Junho
Tema: Uma história de família
Pode ser uma história que abarque gerações de uma mesma família ou um drama familiar mais conciso. Pode ser tipo aquela macarronada de domingo em que todo mundo se reúne e todo mundo se mete na vida de todo mundo ou aqueles enredos de pais e filhos que não conseguem conviver. O importante é ter família, em conflito ou em harmonia, cheia de segredos e esqueletos no armário ou que lava a roupa suja em público, o gosto é do leitor.
Livro escolhido: A garota do penhasco, Lucinda Riley

* Julho
Tema: Uma história pós-apocalíptica
Um livro que tenha um cenário apocalíptico ou pós-apocalíptico, onde a sociedade como conhecemos tenha sido destruída. Podem ter explodido a terra ou tornado ela inabitável; pode ser que estejamos morando nos subterrâneos ou num trem a toda velocidade… mas o conflito e as mudanças causadas pelo ‘fim do mundo’ como o conhecemos têm de aparecer por aqui.
Livro escolhido: O Circo Mecânico Tresaulti, Genevieve Valentine

* Agosto
Tema: Uma história em tempos de guerra
Uma história que aconteça no nosso mundo ou mesmo num lugar e época ficcionais: histórias que se passam em tempos de guerra são um bom exercício para entendermos empatia, coragem e desespero, para vermos o que há de melhor e pior no ser humano. São histórias necessárias, sem dúvida alguma.
Livro escolhido: A guerra que salvou a minha vida, Kimberly Brubaker Bradley

* Setembro
Tema: Uma história narrada em primeira pessoa
E é isso. 🙂 Precisa de mais?
Livro escolhido: A Mulher do Viajante no Tempo, Audrey Niffenegger

* Outubro
Tema: Uma história que te provoque risos.
Também não precisa explicar muito, não é mesmo? A essa altura, já estamos chegando no fim do ano e um pouco de risada para ajudar com o estresse é simplesmente necessário.
Livro escolhido: A Extraordinária Viagem do Faquir Que Ficou Preso Em Um Armário Ikea, Romain Puértolas

* Novembro
Tema: Uma história com teoria da conspiração
Histórias de organizações secretas que tramam e acobertam uma situação ou evento da humanidade. Adoro uma boa teoria da conspiração, não importa se ridícula ou completamente crível. A imaginação é o limite!
Livro escolhido: A Conspiração Mozart, Scott Mariani

p.s Depois de mais um ano extremamente caótico a assustador em que mais uma vez não consegui me dedicar ao Bibliophile, nem me dignei a fazer uma postagem de retorno. Como sou insistente, 2018 será minha última tentativa de ainda continuar.

Que a Força da leitura esteja com vocês!

Você consegue citar um livro para cada letra do seu nome?

Consigo 😀

M – Morte de tinta, Cornélia Funke

I – Insurgente, Veronica Roth

C – Coraline, Neil Gaiman

H – Harry Potter e a criança amaldiçoada, Jack Thorne

E – Emma, Jane Austen

L – Lugar Nenhum, Neil Gaiman

L – Lordes e Damas, Terry Pratchett

E – Eleanor & Park, Rainboow Rowell

Só citei livros na minha biblioteca e assim como a minha amiga Tatá, evitei livros iniciados por artigos.

Canais Literários

Confesso que não sou uma adepta aficionada de canais no youtube, mas tem alguns que eu gosto muito de acompanhar, principalmente porque produzem conteúdos interessantes e que fogem do um pouco do lugar comum. Alguns deles não são exclusivamente literários, mas volta e meia falam de literatura. Deixo com vocês os meus 7 canais preferidos. Ah, quem tiver dicas, deixa nos comentários 😉

Que a força da leitura esteja com vocês 😉

 

Desafio Corujesco

desafio-corujesco

Faz tempo que não participo de nenhum desafio literário, e quando Lulu lançou o Desafio Corujesco 2016 decidi que esse ano iria me disciplinar para cumprir a agenda de leituras bem certinho.

Adorei os temas propostos, e garimpei quase todas as obras na minha biblioteca, vou adquirir apenas 3 livros para o desafio, e  vamos a minha lista comentada.

Janeiro: Um Livro escrito em cartas

Como não tinha nenhum livro nessa categoria na minha biblioteca precisei garimpar e acabei escolhendo um bem atual.

Livro escolhido: Anexos, Rainbow Rowell

Fevereiro: Um livro vencedor de algum prêmio

Esse foi fácil de escolher, essa obra está na minha estante desde o lançamento e vivo enrolando a leitura.

Livro escolhido: A visita cruel do tempo, Jennifer Egan (ganhador do Pulitzer, 2011)

Março: Um Livro de uma Lista

Escolhi Douglas Adams, por motivos de paixonite aguda.

Livro escolhido: Agência de Investigações Holísticas Dirk Gently, Douglas Adams (1001 livros para ler antes de morrer)

Abril: Um livro com título bem longo

Afff essa categoria me deu nos nervos porque no ano passado  li dois livros com títulos gigantes que iam ser perfeitos aqui, a solução foi contar as palavras dos títulos da biblioteca e escolher o que tinha mais palavras.

Livro escolhido: Diga aos lobos que não estou em casa, Carol Rifka Brunt

Maio: Um Livro escrito por uma mulher

Livro escolhido: Pó de parede, Carol Bensimon

Geralmente eu leio bastante literatura escrita por mulheres, e aqui foi fácil escolher pois sempre tenho obras  de escritoras na minha estante,

Junho: Um livro com um personagem animal

Tema difícil, encontrei essa obra escondidinha entre outras na minha estante e fiquei bem feliz.

Livro escolhido: A revolução dos bichos, George Orwell

Julho: Um livro de não-ficção

Um dos meus autores favoritos atualmente, escreve lúcida e lindamente sobre educação.

Livro escolhido: Educação, convivência e ética: audácia e esperança, Mario Sergio Cortella

Agosto: Um livro com número no título

Comprei esse livro em um sebo há séculos, achei o desafio uma boa oportunidade de dar uma chance a ele.

Livro escolhido: Um caso para três detetives, Leo Bruce

Setembro: Um livro publicado no ano do seu nascimento

Não tinha nenhum livro publicado em 1977, e consultando a lista da dona Wikipédia, descobri ótimos títulos que foram publicados no ano do meu nascimento, fiquei com uma obra de fantasia, obviamente 😉

Livro escolhido:  Vida Encantada – Os Mundos de Crestomanci – Livro 1, Diana Wynne Jones

Outubro: Um livro com título de uma palavra só

Uma das minhas autoras favoritas em uma edição linda que chegou há pouco aqui na biblioteca d’A Toca e que por isso ainda não tinha sido lida.

Livro escolhido: Emma, Jane Austen

Novembro: Um livro para terminar em um dia

Livro curtinho, de um autor que amo, escolha certeira.

Livro escolhido: O mistério de Marie Rogêt, Edgar Allan Poe

Dezembro: Um livro publicado esse ano

Livro escolhido: ainda vou escolher mas já tenho um forte candidato entre os livros prometidos pelas editoras brasileiras:
– Mr. Mercedes (Stephen King)

Os livros que garimpei na estante já estão separados e os outros devidamente encomendados, assim que Anexos chegar já vou começar a leitura.

Que a força da leitura esteja com vocês 😉

Desafio Corujesco: Um autor que indico para todo mundo

Juro que quando vi o tema do Desafio Corujesco proposto pela Lu, desatei a rir, por que convenhamos qualquer leitor do Bibliophile sabe quem será o indicado. Contudo, como também é factível que esse espaço precisa de renovação e dedicação, não vou me abster em falar do meu amado Gaiman, salve, salve!

“Lembre-se do seu nome.
Não perca a esperança – o que você procura será encontrado.
Confie nos fantasmas. Confie que aqueles que você ajudou vão ajudá-lo por sua vez.
Confie nos sonhos.
Confie no seu coração, e confie na sua história.”

Hoje vou falar um pouso de uma obra que ainda não apareceu por aqui, o belíssimo “Instruções: Tudo que você precisa saber durante a sua jornada”. O livro é de uma simplicidade absurda e ainda o poema sobre o que encontramos em uma jornada ao mundo dos contos de fadas é infinitamente encantador. Sua força reside justamente na delicadeza dessa história sobre descobertas e autoconhecimento.

instruções
O livro é ilustrado por Charles Vess, e ele como sempre, o faz de forma maravilhosa, particularmente adoro a parceria entre os dois. Instruções não é um texto inédito ele já foi publicado na coletânea Coisas Frágeis 2, mas isso não tira o brilho desta obra, que posso resumir como uma declaração de amor à fantasia.

Bônus: lista dos motivos pelos quais todo mundo deveria se converter à leitura de Neil Gaiman (em cinco itens):

1 – Gaiman tem o poder de escrever histórias que mexem com o leitor de formas nunca antes imaginadas.
2 – Gaiman é sarcástico e irônico sem perder a classe.
3 – Gaiman ressignifica histórias, transformando-as em algo totalmente novo
4 – Gaiman tem uma escrita peculiar que te prende, que te deixa sempre com um gosto de quero mais.
5 – Gaiman é gentil e fofo, e sim isso é motivo para ler sua obra 😉

Neil Gaiman

Hoje é o dia dele! Parabéns, Neil Gaiman, pelos seus 54 anos!

GaimanEntão sejam sábios, porque o mundo necessita de mais sabedoria, e se vocês não puderem ser sábios, finjam ser alguém que é sábio, e então apenas se comportem como eles se comportariam.

E agora vão, e cometam erros interessantes, cometam erros maravilhosos, façam erros gloriosos e fantásticos. Quebrem regras. Façam do mundo um lugar mais interessante por vocês estarem aqui. Façam boa arte.

Neil Gaiman, 17 | 05 | 2012

 

 

 

 

Diorama literário

Em 2011, o artista inglês Simon Costin recriou uma cidade do século XIX com caixas de papelão para a exposição Dickens & London, no Museu de Londres. Contudo a inspiração do artista não foi uma cidade qualquer e sim a Londres caótica e labiríntica que o escritor Charles Dickens concebeu em seus romances. O resultado foi fantástico e fabuloso, e merece ser apreciado ainda que virtualmente 😉IMG_2662IMG_2646IMG_2662dickens_1_small_0nearly_there4_0386e1bdcb44bf49ee251dd799045f29bIMG_4472IMG_4531

O retorno

cropped-headerToc, toc… Tem alguém aí?

Pois é, depois de um hiato de mais de um ano, eis que ressurjo das cinzas e pretendo retomar as postagens no blog.

Este ano sabático foi involuntário, mas foi de grande utilidade, pois esse distanciamento me fez perceber o quanto ainda gosto de escrever sobre livros, literatura e tudo mais.

Agradeço o carinho dos leitores que de vez em quando aparecem por aqui, deixam comentários, me mandam e-mail, mensagem no facebook  e me perguntam se vou voltar. Sim pessoal, voltei e agora é pra ficar 😉

 

 

Copa de Literatura Brasileira

Depois de dois anos sem jogos, dia 13 de agosto está de volta a Copa de Literatura Brasileira. Este ano a disputa conta com 16 romances publicados em 2011 e 2012. A quinta edição do torneio tem como novidades as rodadas extras, uma de repescagem e outra chamada rodada zumbi para permitir uma nova chance aos livros que perderem na primeira fase, e as “mesas redondas” para cada rodada da Copa.
A Copa de Literatura foi criada em 2007, pelo economista e preparador editorial Lucas Murtinho. Sua inspiração foi o Tournament of Books, criado em 2005 pela revista eletrônica americana The Morning News em parceria com a livraria Powell’s.
Para saber mais e acompanhar as partidas confira o site da Copa de Literatura Brasileira.

13192856