Ex libris

Ex libris é uma expressão latina que significa literalmente “dos livros” empregada para determinar a propriedade de um livro. Portanto, ex libris é um complemento circunstancial de origem (ex + caso ablativo) que indica que tal livro é “propriedade de” ou “da biblioteca de”.

O forma mais comum de Ex libris é uma etiqueta com uma ilustração, brasão, ou logotipo e a expressão ex libris seguida do nome do proprietário, afixada na folha de rosto ou contracapa do livro.

Ex-Libris de Violet Wakelin

Um ex libris pode conter um lema ou mesmo uma citação, este é o caso do ex libris do  bibliófilo José Midlin, de quem sou fã assumida, como ele mesmo nos conta em seu livro “No mundo dos livros”, a filha dele usou uma frase de Montaigne para fazer o Ex-libris dele e de sua biblioteca fantástica, essa citação é nas palavras dele o seu lema de vida. Ela está em francês e diz: Eu não faço nada sem alegria ( “Je ne fait rien sans gayeté”)

Ex libris José Mindlin

A origem do Ex libris é um pouco controversa. Existem duas correntes sendo que  uma diz ser o primeiro, o de Hildebrand Brandenburg de Biberach, uma gravura em madeira, representando um anjo a segurar um brasão de armas e colorido à mão por volta de 1480. Já a outra afirma ser o mais antigo o do rei da Boemia, o Ex Libris armoriado de Georgis de Podebrady, falecido em 1471.

Ex libris de Hildebrand Brandenburg de Biberach exlibris Georgis de Podebrady

No Brasil, provavelmente o primeiro Ex Libris pertenceu a Manuel de Abreu Guimaraens, que vivia na cidade de Sabará no século XVIII.

No Brasil, o “ex-líbris” da Biblioteca Nacional foi criado em 1903 pelo artista Eliseu Visconti, responsável pela introdução do art-nouveau nas artes gráficas do País.

ex libris biblioteca nacional

Bom por hoje é isso, daqui um tempo volto ao assunto.

Referências:
BEZERRA, José Augusto. Ex Libris: a marca de propriedade do livro. Disponível aqui.
BODMER, Paulo. O Ex Libris é o retrato do seu dono. disponível aqui.
MINDLIN, José. No mundo dos livros. Rio de Janeiro: Agir, 2009.
MORAIS, Rubem Borba de. O bibliófilo aprendiz. Rio de Janeiro: Casa da Palavras, 2005.
Mais sobre Ex libris:
A arte do Ex Libris
Sebo Bazar das Palavras
Bibliomanias

25 thoughts on “Ex libris

  1. Mi, voltei novamente, estou lendo lá no Sebo Bazar das palavras sobre a maldição do Ex-libris e me ocorreu que eu precisaria de uma dessas para aqueles que pedem meus livros emprestados e nunca mais devolvem, kkkkkkk ! Beijo grande !!

      (Quote)  (Reply)

    [Reply]

    Mi Müller Reply:

    Uauuu que bom que o post rendeu assim 😀 me passa o link desse blog de leituras e qual vai ser o nome?! 😛 Sim cada pessoa pode criar o seu, eu mesma comecei a estudar desenho para poder expressar as ideias que tenho para o meu!

    estrelinhas coloridas…

      (Quote)  (Reply)

    [Reply]

  2. Mi!!!! Minha amiga oculta querida,

    Meu presente chegou hoje ebaaaaaaaaaaaa

    Obrigada , obrigada, obrigada!!! Tãooo lindo!! Adorei o livro mais vou confessar que gostei mais dos marcadores 😀

    Ameiii tão fofos! E o cartão tão lindinho!!

    Obrigada pelo carinho 😉

    Onde vc mora que não achava os livros? rs fiquei curiosa.

    bjoo

      (Quote)  (Reply)

    [Reply]

    Mi Müller Reply:

    Eba!!! Que bom que tu gostou! 😀 Aqui é difícil encontrar livros sim, compro quase tudo pela net, mas o teu eu queria enviar logo Báh fiquei muito feliz mesmo que tu gostou dos marcadores!

    estrelinhas coloridas…

      (Quote)  (Reply)

    [Reply]

  3. Mi!!!!!

    Eu adoro ex-libris! Tu tá fazendo um, é? Quero ver!

    E o que houve com a estante dessa quinta? Eu tive uma enxaqueca ferrada ontem e não podia nem olhar para o computador… Meu marcadores vai ficar para a próxima quinta… Tô de férias! Só volto a trabalhar no dia 04 de janeiro! Yes!!!

    Smacks pra ti!

      (Quote)  (Reply)

    [Reply]

    Mi Müller Reply:

    Affff houve uma autora fajuta e doente e que não deixa post agendado KKKKK Que beleza de férias hein… pra mim só na terça ainda!

    estrelinhas coloridas…

      (Quote)  (Reply)

    [Reply]

  4. Mi querida ! Obrigada pela inspiração e pelo artigo esclarecedor, não deixe a gente na curiosidade por muito tempo a respeito da segunda parte hein ? :o) A proposito, fiz um blog só para postar sobre livros e tomei a liberdade de te linkar, tá ?
    Beijo grande e boas festas para vc e sua familia !!

      (Quote)  (Reply)

    [Reply]

    Mi Müller Reply:

    Que delícia, um novo blog de leituras! Adorei! Logo, logo tem outra postagem sobre ex libirs! Claro que podia linkar 😀

    estrelinhas coloridas…

      (Quote)  (Reply)

    [Reply]

  5. Pingback: Bookplates | Bibliophile

  6. Pingback: Confissão de um verdadeiro crime bibliográfico | Bibliophile

  7. Cheguei neste post pelo seu post de hoje. No meu ex libris – na verdade nem sabia que isso existia até hoje – coloquei um QR code. Se o meu livro sumir o QR code leva a um formulário de contato. Mas para aqueles que pensarão com o QR code é só um desenho estranho, eu coloquei meu e-mail também.

    Quando mostrei a etiqueta pronta para minha mãe, ela falou: Que desenho estranho é esse que você arrumou? O que ele significa?

      (Quote)  (Reply)

    [Reply]

    mimuller Reply:

    Oi @Érica, que bom te ver aqui 🙂
    Fiquei curiosa para ver o teu ex libris, adorei a tua ideia.
    estrelinhas coloridas…

      (Quote)  (Reply)

    [Reply]

  8. Gostei da explicação. Nunca entendi essa expressão “ex libris” . Valeu. Não sei onde você mora , mas deduzi que é do sul do Brasil. Abraço.

      (Quote)  (Reply)

    [Reply]

    mimuller Reply:

    Olá @Virginia, que bom que gostastes do artigo. Tua dedução estás certa, sou do Rio Grande do Sul, minha escrita e minha fala me denunciam hehehehehe…
    Obrigada pela visita 🙂

      (Quote)  (Reply)

    [Reply]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.