Santô e os pais da aviação

“Santô e os pais da aviação: a história de Santos Dumont e de outros homens que queriam voar” é uma HQ deliciosa e como é baseada em uma caprichada pesquisa histórica, deixou de lado o tom ufanista com o qual nós brasileiros costumamos falar sobre a história da aviação. Para mim sem dúvida esse é o grande trunfo da obra, pois essa característica de enaltecer Santos Dumont como único “pai” da aviação, presente nas biogafias que li sempre me incomodou, e Spacca traz à luz a contribuição dos pioneiros, inclusive dos odiados irmãos Wright para o desenvolvimento da aviação.

“Agradecimentos
[…] Jacqueline Brendel, bisneta de Emmanuel Aimé. Pedi a mlle. Brendel que me enviasse pela internet uma fotografia de seu bisavô, um colaborador de Santos-Dumont pouco mencionado pelos biógrafos brasileiros e nunca identificado nas fotos. Não só tive uma ótima acolhida, como fui abastecido de recortes de jornais, fotografias de família e informações inéditas, o que causou mudanças importantes de roteiro com o trabalho já em fase de finalização.Esse novos dados serviram ainda para ajudar a identificar com mais precisão algumas fotografias que eu já conhecia. Sem sua ajuda, este livro seria apenas uma reciclagem criativa de material já publicado. Espero ter correspondido à sua generosidade e entusiasmo. (pg. 4)

A obra começa com um ótima introdução que instiga a curiosidade do leitor e o leva a mergulhar nas próximas páginas ávido conhecer melhor as figuras apresentadas. O desenrolar da história é muito interessante mesmo para quem já leu outras biografias de Santos Dumont, por que apresenta elementos novos e uma perspectiva nova sobre a vida de Santos Dumont e dos outros pioneiros da aviação. E o final mesmo já sendo conhecido desde o início, supreende pelo lirimos com que o autor o retrata.
Não possuo conhecimento aprofundado sobre a nona arte para tecer comentários críticos, mas como leitora leiga posso dizer que Santô tem uma arte agradável e bem acabada, assim como a edição caprichada da Companhia das Letras, é uma obra apaixonante que pode ser lida por todos com o mesmo deleite.

“eu lhe dou o futuro… esta é a sua parte na herança,
vá para Paris, estude mecânica…
o futuro está na mecânica…” (pg.14)

SPACCA. Santô e os pais da aviação: a jornada de Santos-Dumont e de outros homens que queriam voar. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.

No site do autor é possível ler um pouco mais sobre o processo criativo desta excelente obra.

Essa leitura faz parte do Desafio Literário 2012  cuja temática do mês de Outubro era a leitura de  Graphic Novel.

Aqui é possível ler as resenhas dos outros participantes.

3 thoughts on “Santô e os pais da aviação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.