O silêncio da chuva

silencioUm suicídio, que para a polícia parece assassinato, dá início a uma trama intrincada que nos envolve desde o princípio. O inspetor Espinosa foge um pouco do estereótipo de detetive brilhante que resolve tudo sozinho, bem pelo contrário o solitário policial que tem como lazer percorrer sebos do Rio de Janeiro atrás de preciosidades literárias se sente tão ou mais perdido que o leitor durante a investigação.
A narrativa de Garcia-Roza é simples, direta e elegante, as divagações existenciais e filosóficas de Espinosa são ótimas e dão ao livro um tom psicológico que é potencializado pela vozes narrativas que se intercalam, nos colocando dentro dos pensamentos de diversas personagens.
Essa foi uma leitura curiosa, pois ao mesmo tempo em que o livro me prendeu, fiquei muito incomodada com diversos aspectos da trama. Este estranhamento foi tamanho que, apesar de ter gostado da leitura, não me atrevo a indicar o livro.

GARCIA-ROZA, Luiz Alfredo. O silêncio da chuva. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.

banner-dl2012-2

Essa leitura faz parte do Desafio Literário 2012  cuja temática do mês de Julho era a leitura de ganhadores do Prêmio Jabuti.

Aqui é possível ler as resenhas dos outros participantes.

3 ideias sobre “O silêncio da chuva

  1. Agora fiquei curiosa.
    Nunca li nada desse autor e estava pensando em pegar algum título na biblioteca.
    O que foi que lhe incomodou? Você já leu outros títulos desse autor?

    Beijos e um bom final de ano.
    Elvira

    Obs: seu blog é ótimo!

      (Quote)  (Reply)

    [Reply]

    mimuller Reply:

    Oi @Elvira, o que mais me incomodou foi o desfecho do livro, a forma como o autor concluiu a trama foi um tanto vaga, mas o livro me prendeu mesmo, fazia tempos que não lia uma obra tão rápido, duas tardes, mas fiquei com uma sensação indigesta.
    Obrigada pela visita, fico feliz em saber que gostas do blog, até mais…

      (Quote)  (Reply)

    [Reply]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.