O jardim de Ossos

"Tudo aconteceu há 58 anos. Você era apenas um bebê na época e não pode se lembrar. Em verdade, eu mesmo quase me esqueci. Mas, nesta última quarta-feira, descobri um velho recorte de jornal que estivera todos esses anos dentro de meu antigo exemplar de Anatomia de Wistar e me dei conta de que, a não ser que falasse logo, tais fatos certamente morreriam comigo. Desde a morte de sua tia, sou a única pessoa que sabe da história. Todos os outros estão mortos." (pg. 10)

Quando vi que o tema de março do Desafio Literário 2012 era Serial Killer desanimei, ando sem paciência e estômago para livros muito pesados com descrições detalhadas e gráficas de crimes e atocidades em geral, e sendo assim coloquei só dois livros na lista apenas para não deixar o mês passar em branco, por isso a leitura de O jardim de ossos, Tess Gerritsen foi uma ótima surpresa.

O livro conta duas histórias uma que se passa nos dias atuais e outra datada de 1830, é claro que as duas estão interligadas. Tudo começa quando Julia, que comprou um casarão construído em 1880 encontra uma ossada em seu jardim, depois de uma investigação a polícia determina que o caso é para especialistas em antropologia visto que os ossos estavam enterrados muito antes da construção da casa.

Com esta descoberta Julia acaba conhecendo Henry, primo da antiga proprietária da casa e que possui uma série de caixas com documentos, cartas e jornais antigos que pode ser a chave para conhecerem a identidade da mulher enterrada no jardim. Junto com Julia e Henry somos levados a 1830 para conhecer Norris Marshall, Rose Connolly, Oliver Wendell Holmes e o Estripador de West End.

As narrativas se intercalam tecendo uma trama intrincada e inteligente, a história que se passa em 1830 é muito rica e detalhada e nos conta como o jovem estudante de medicina Norris é acusado de ser um assassino em série e a sua luta para provar que é inocente, ele conta com a ajuda da imigrante irlandesa Rose e do amigo Oliver, juntos eles vão juntando as peças do quebra-cabeça para descobrir quem é o verdadeiro Estripador de West End.

Tess Gerritsen tem aquela incrível capacidade de escrever de forma que fisga o leitor, com reviravoltas e suspense de tirar o fôlego é quase impossível largar a leitura. Sem dúvida é uma autora que vou procurar conhecer mais, pois ela conseguiu construir uma narrativa empolgante, recheada dos clichês do gênero, é claro, mas tão bem escrita que é fácil nos deixarmos levar pelas meticulosas e precisas descrições e quando nos damos conta já estamos totalmente envolvidos com a história.

GERRITSEN, Tess. O Jardim de Ossos. Tradução de Alexandre Raposo. Rio de Janeiro: Record, 2009.

Esta leitura faz parte do Desafio Literário 2012, cujo tema de março é Serial Killer.

Aqui é possível ler as resenhas dos outros participantes.

12 ideias sobre “O jardim de Ossos

  1. Já me falaram muito bem da Tess Geritsen, um amigo chegou a me indicar “O Cirurgião”, mas ainda não li nada dela. Fica mais esta dica, sou fã de um bom livro de suspense, ainda maiscom uma trama inteligente, e assim aumentam as possibilidades de eu ler algo dela 😉

    Grande abraço.

      (Quote)  (Reply)

    [Reply]

    mimuller Reply:

    Oi @Luciano A.Santos, já me indicaram esse livro também, quero ler outras obras dela, gostei muito mesmo desse livro 🙂
    estrelinhas coloridas…

      (Quote)  (Reply)

    [Reply]

  2. Bom ver essa resenha por aqui. Também estou curiosa para conhecer essa autora. Já até comprei um livro da coleção Vira-Vira com 2 títulos dela, mas ainda não tive chance de ler.
    bjo

      (Quote)  (Reply)

    [Reply]

    mimuller Reply:

    @Michelle, não sabia o que era essa coleção Vira-vira *shame on me* achei uma proposta interessante. Quando tiveres oportunidade leia mesmo que é muito bom.
    estrelinhas coloridas…

      (Quote)  (Reply)

    [Reply]

  3. Estava faltando uma resenha da autora no DL. Precisávamos conhecê-la. Afinal, é tão bem falada. Valeu, Mi, por nos apresentar tão bem essa história cujo enredo parece ser surpreendente. Ao menos, difere do que o pessoal tem lido para o DL. 😉

      (Quote)  (Reply)

    [Reply]

    mimuller Reply:

    Ei @Vivi, eu é que agradeço porque se não fosse o Desafio eu não iria ler esse livro tão cedo, é realmente muito bacana 🙂
    estrelinhas coloridas…

      (Quote)  (Reply)

    [Reply]

  4. Pingback: Haroun e o Mar de Histórias | Bibliophile

  5. Adoro ler livros, já li varios e de muitos generos. Mas no quesito Suspense este sem sombra de duvidas é o MELHOR! Estou lendo pela segunda vez e me amociono em cada capitulo como se fosse a primeira vez. EU RECOMENDO!!

      (Quote)  (Reply)

    [Reply]

    mimuller Reply:

    Olá @Caroline, adoro comentários passionais e entusiasmados como o teu, sem dúvida é um ótimo livro 😉
    Obrigada pela visita!
    até mais…

      (Quote)  (Reply)

    [Reply]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *